Qualidade da água potável foi assunto de audiência pública na Câmara Municipal
19 de agosto de 2019
Assessoria de Comunicação

 

eesc safewater3

 

Na ocasião, compareceram o presidente do SAAE, Benedito Carlos Marchezin; a gerente de operações de tratamento de água e esgoto da autarquia, Leila Jorge Patrizzi; o professor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Pedro Fadini, o diretor da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP, Edson Cezar Wendland, e o secretário municipal de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação, José Galizia Tundisi, que utilizaram a tribuna; além do vereador proponente do evento, Daniel Lima e outros parlamentares.

 

Durante sua fala, Leila Patrizzi esclareceu que o SAAE realiza todas as análises da água previstas em lei e até mesmo outras não previstas e que os resultados estão em conformidade com a legislação. O monitoramento é feito pela própria autarquia e por empresas terceirizadas, ainda há o apoio por meio de parcerias com a USP e a UFSCar.

 

A gerente de operações também destacou que na análise para a presença de agrotóxicos na rede de captação do SAAE, todos os resultados acusam valores menores que o limite de quantificação.

 

Após a explanação de todos os participantes, o vereador Daniel Lima destacou que a água fornecida pelo SAAE em São Carlos é de qualidade e que todos os cidadãos podem usufruir com segurança e qualidade desse bem.

Adaptação de Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de São Carlos


Veja também