Equipe da EESC é a primeiríssima em competição internacional sobre mecânica das rochas
25 de outubro de 2019
Assessoria de Comunicação

eesc premio rockbowl

Da esquerda para direita, Gabriel Ferrara Bilesky, Tayra Müller Silva Lopes, João Gabriel Mercio Xavier Zacarin e o professor Tarcísio Barreto Celestino

A equipe formada por orientandos do professor do Departamento de Geotecnia da EESC, Tarcísio Barreto Celestino, representou a Escola nessa que foi a segunda edição internacional da competição, disputando o Rockbowl com outros 18 times que vieram de diversos países do mundo.

Na final contra o grupo da Queen’s University, do Canadá, a equipe "brilhou", como comentou o orientador. "Não tinha dúvidas da capacidade deles de ganhar a competição, porém, também não tinha convicção que isso aconteceria. Mas vencer com tamanha facilidade, isso me surpreendeu", admite o professor – o placar final foi de cem pontos para a equipe da EESC e 20 para a equipe canadense. "A equipe da Queen’s University contava com três competidoras altamente qualificadas. Uma delas defenderia sua tese de doutorado duas semanas após a competição. Também por isso foi uma honra muito grande ver meus alunos brilharem".

Dando ainda mais destaque à participação dos alunos da EESC, Gabriel recebeu o título de Melhor Jogador da competição internacional, dividindo o título com Lucas Dornelles, também aluno de Celestino, porém competindo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Para Celestino, "O processo de ensino tende a ser desigual no começo, uma vez que o aluno sempre sabe menos que o professor. Mas chega um momento em que os alunos vão além do professor. E foi o caso. Os três foram além daquilo que ensinei. O mérito é totalmente deles".

Clique aqui e veja a matéria completa divulgada pela Associação Brasileira de Mecânica dos Solos e Engenharia Geotécnica (ABMS).

informação

Professor Tarcísio Barreto CelestinoDepartamento de Geotecnia da EESCTel.: (16) 3373-9508E-mail: tbcelest@usp.br

Por Assessoria de Comunicação da EESC, com informações da ABMSFoto: Arquivo ISRM 2019


Veja também