Plano USP: Sétima atualização do documento sobre retorno gradual das atividades presenciais
28 de outubro de 2020
Assessoria de Comunicação

Nesse sétimo documento, o GT para a Elaboração do Plano de Readequação do Ano Acadêmico de 2020 oferece à comunidade a versão atualizada do Plano USP, incorporando as várias sugestões da comunidade universitária. O documento tem alterações significativas em relação ao apresentado em 20 de outubro, na sua versão preliminar (draft).

Considerando as quatro semanas após o anúncio da progressão de fase do Plano SP (9/10), o
presente documento passa a vigorar a partir do dia 6 de novembro. No entanto, a partir deste
documento, o tempo de estabilidade para progressão de fase após a atualização do Plano SP passará
a ser de duas semanas.

O termo doenças descompensadas refere-se às “condições decorrentes da insuficiência funcional
de um órgão, que o organismo não é capaz de compensar, mesmo que em uso da medicação habitual.
O termo está sujeito ao juízo clínico”.

A atualização do Plano USP continua privilegiando o teletrabalho, mas procura garantir a isonomia
entre os funcionários estabelecendo o retorno compulsório para a maior parte dos servidores técnicos e administrativos.

Clique aqui para acessar o Plano USP atualizado


Veja também