Grupo TOPUS conquista dois prêmios na Latin American Space Challenge 2020
01 de dezembro de 2020
Assessoria de Comunicação

O grupo TOPUS Projetos Aeroespaciais (EESC-USP) conquistou dois prêmios na edição de 2020 da Latin American Space Challenge (LASC), que ocorreu de forma on-line por conta da pandemia de covid-19.

O grupo ficou em 1º lugar na categoria de foguetes de 500 metros de apogeu, com o Projeto Curupira, e em 2º lugar na categoria de foguetes de 1 km movidos a combustível sólido, com o Projeto Kamina. Eeste último, também foi um dos seis projetos indicados aos prêmios de Excelência e Inovação Técnica, de um total de 33 de equipes de diferentes países da América Latina.

O Projeto Curupira é desenvolvido por membros novatos que entraram no grupo no primeiro semestre deste ano. Esse prêmio foi fruto de um excelente processo de capacitação feito pelos membros veteranos, além de uma garra e determinação absurda dos novos membros do TOPUS.

Já o Projeto Kamina vem sendo desenvolvido há mais de um ano e proporcionou ao grupo adquirir novos conhecimentos sobre otimização e organização. Ele foi indicado aos prêmios de excelência e inovação técnica por seu novo processo de otimização de aletas: um algoritmo autoral desenvolvido e implementado em MATLAB, que avalia diferentes parâmetros e os utiliza para escolher a melhor geometria possível de aleta trapezoidal a ser utilizada, considerando as especificidades do projeto.

Devido à covid-19, os projetos premiados estão ainda no campo teórico. Para financiar a construção, os testes e os lançamentos, o TOPUS iniciou uma campanha on-line de financiamento coletivo pelo site Abacashi.

Com o apoio da comunidade, o grupo pretende validar seus projetos e alçar voos cada vez mais altos, prezando sempre pela disseminação da ciência e pelos impactos positivos que ela pode causar na sociedade.

Texto: Divulgação TOPUS


Veja também