Exposição fotográfica na Biblioteca reúne fotos de crianças de Palenque
26 de outubro de 2017
Assessoria de Comunicação

 

eesc ninos de palenque2

 

Palenque de San Basilio, ou simplesmente Palenque, é um povoado localizado a aproximadamente 50 km ao sul de Cartagena, o principal porto de entrada de mão de obra escrava na Colômbia colonial. Fundado por escravos africanos trazidos à região no final do século XVI, Palenque foi um dos numerosos quilombos existentes no período colonial e se destaca por ter sido um dos primeiros a se libertarem na América.

 

O local tem importância devido à sua rica trajetória de luta e resistência que permanece até os dias de hoje. De difícil acesso e longe dos holofotes turísticos que atingem grande parte da região, o povoado é praticamente ignorado pelo poder público e, portanto, marcado por uma infraestrutura bastante precária. 

 

Nesse cenário, as crianças do povoado representam o símbolo da pura energia num ambiente totalmente desfavorecido pelo preconceito histórico ainda remanescente. Nos retratos, elas olham diretamente para o observador, eliminando a figura do fotógrafo. Os olhares sinceros transmitem um sentimento genuíno, característica intrínseca das crianças.

 

Como afirmam os artistas, durante a passagem por Palenque, "a alegria com que fomos recebidos pelos pequenos nos deixou sensibilizados. No início, quando planejamos a viagem, não tínhamos em mente que elas seriam as protagonistas dessa mostra". Assim, da língua palenquera surge o nome da exposição Majaná, cujo significado faz referência aos 'niños' de Palenque.

 

A mostra pode ser conferida de segunda a sexta-feira, das 8 às 21h30. A Biblioteca encontra-se na área 1 do campus da USP em São Carlos, situada na Av. Trabalhador são-carlense, 400.

 

informação

Serviço de Biblioteca Prof. Dr. Sérgio Rodrigues Fontes da EESC Tels.: (16) 3373-9247 e 3373-9207 E-mail: biblioteca@eesc.usp.br

 

Por Assessoria de Comunicação da EESC Imagem: Adaptação de Guga Carnicel e Gustavo Campos


Veja também