Evento debate novos indicadores das universidades frente à pandemia
15 de junho de 2020
Assessoria de Comunicação

Métricas e indicadores de desempenho no ensino superior já se consolidaram como pontos importantes no planejamento de gestão das principais universidades brasileiras. No entanto, as crises surgidas em 2020 trazem novos elementos para essa área e tornam urgente renovar os debates. Como articular parcerias para revisitar as métricas em uso e conceber novos indicadores, em especial os relativos ao impacto econômico, social e ambiental, frente à pandemia?

Essa é uma das questões que estarão presentes no III Fórum Desempenho Acadêmico e Comparações Internacionais, que acontece on-line, de 15 a 18 de junho, com transmissão pela internet pelo aplicativo Zoom (confira a programação nesta página). O evento é gratuito e para participar é necessário fazer a inscrição para cada módulo pelo formulário neste link, com participação limitada a 100 pessoas. Para quem não quiser se inscrever, é possível acompanhar as discussões pelo canal do YouTube

O evento, que tem como mote “o novo protagonismo da Ciência”, vai reunir os reitores de seis universidades públicas paulistas para discutir o papel da universidade no primeiro ano da pós-pandemia e as lições da covid-19 para o ensino superior e para a pesquisa. O debate também inclui as estratégias de comunicação das universidades frente a crise, a transição do ensino presencial para o digital e a questão das métricas com relação ao distanciamento social. Para discutir a ciência como força capaz de vencer a covid-19, o fórum também recebe dirigentes da Fundação de Amparo ao Estado de São Paulo (Fapesp) e o secretário de ciência e tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul, entre outros representantes de universidades.

O fórum é promovido pelo projeto Métricas, desenvolvido pelas três universidades públicas paulistas e apoio da Fapesp, com o objetivo de tornar mais acessível o conhecimento público sobre metodologia e métricas; apresentar processos de monitoramento e internalização dos indicadores; fomentar uma política pública sobre indicadores de desempenho; e aprimorar a governança das instituições.

Liderado por Jacques Marcovitch, professor sênior da Faculdade de Economia e Administração (FEA) da USP e integrante do conselho do Graduate Institute (IHEID), em Genebra, o projeto Métricas já lançou dois livros com conteúdos orientadores sobre o tema, além oferecer um curso de atualização. Marcovitch, que foi reitor da Universidade no período de 1997 a 2001, conversou com o Jornal da USP sobre a questão do desempenho acadêmico no contexto de pandemia, também destacou os avanços das universidades públicas paulistas às exigências de monitorar, analisar e difundir indicadores de desempenho, além de apontar horizontes para que as universidades de pesquisa mantenham a visibilidade pós-pandemia.

Clique aqui para conferir a entrevista e a programação completa do evento.

 

III Fórum Desempenho Acadêmico e Comparações Internacionais
Inscrições pelo sitehttps://metricas.usp.br/iii-forum
Informações pelo portal https://metricas.usp.br/ e pelo e-mailmetricas.edu@usp.br
TransmissãoCanal do Projeto Metricas.edu no YouTube

 


Veja também