Microchip desenvolvido na USP é destaque em relatório científico internacional
27 de março de 2019
Assessoria de Comunicação

 

eesc microchip pesquisadores
Da esquerda para a direita: Professor João Paulo do Carmo, doutorando Rodrigo Henrique Gounella,doutorando João Paulo de Campos da Costa e Mestrando Tiago Matheus Nordi. Foto: Arquivo pessoal

 

O pequeno dispositivo elaborado no SEL possui uma variedade de componentes digitais e analógicos. Entre eles, um sensor de ângulo capaz de acompanhar o movimento do Sol a fim de melhorar a eficiência de painéis fotovoltaicos. Outro recurso presente no microchip é um emissor/recepetor de luz infravermelha que pode ser utilizado para aplicações no campo da saúde, como na comunicação entre equipamentos externos e dispositivos implantáveis no corpo humano. Também compõem o sistema um gerador de código programável e um amplificador operacional.

 

Coordenado pelo professor do SEL João Paulo do Carmo, o trabalho contou com a participação dos alunos do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica da EESC Rodrigo Henrique Gounella, João Paulo de Campos da Costa e Tiago Matheus Nordi. Apesar da recente publicação no exterior, o reconhecimento internacional não é novidade para os pesquisadores do GMETA. Em 2017, outro microchip da equipe também foi contemplado pelo relatório do Europractice. Ambas as pesquisas contaram com o financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

 

informaçãoGrupo de Metamateriais, Microondas e Óptica (GMETA) do SELTel.: (16) 3373-8155

Por Assessoria de Comunicação do SEL


Veja também